domingo, 21 de junho de 2015

Resenha - Abascanto (Diogo de Souza)

Edição: 1
Editora: Dracaena
Ano: 2010
Páginas: 238


Sinopse:

Em uma rua isolada da cidade, três seres se materializam em pleno ar. Grigori: guardiões de outra dimensão que lutam para proteger a humanidade da influência de seus irmãos caídos.
Érico nunca imaginou que eles sequer existiam, ou que seu pai fosse um deles. Após testemunhar uma luta entre estes seres, sua vida se transforma em uma corrida para salvar a si mesmo, sua família, seus amigos.
Sua única vantagem: o Abascanto, ser imune aos poderes sobrenaturais dos caídos e dos grigori. Com ele, terá de impedir os planos que um ser de sete mil anos tem para a humanidade...
E rezar para que a irmã faça a escolha certa.

Opinião:

A fórmula é clichê: seres de outros planetas ou dimensões que estão na Terra há muitos anos e estão presentes em grandes corporações, controlando os rumos das mais diversas áreas. Alguém descobre que tem poderes que nem imaginava, se revolta e corre atrás da verdade.

O ponto forte do livro é a descrição das lutas, o que mostra que o autor deve ter conhecimento de artes marciais. Além disso, temos personagens com personalidade marcante, como o protagonista Érico e o vilão Sariel, sem deixarmos de citar as mulheres, principalmente Belial.

A trama fluiu naturalmente, tanto que terminei de ler o livro em poucos dias. Isso significa que a obra é boa, sem entraves, com cenas de tirar o fôlego frequentes e diálogos suficientes, sem chegar ao ponto de se tornarem monótonos.

A literatura fantástica brasileira é excelente e esse livro comprova mais uma vez a qualidade de nossos autores.



2 comentários: